12Dezembro2017

Você está aqui: Início Metas do Milênio 1-Erradicar a extrema pobreza e a fome

1-Erradicar a extrema pobreza e a fome

1-acabar-com-a-fome-e-miseriaReduzir pela metade o número de pessoas que sobrevivem com menos de 1 dólar por dia e que passam fome. Em uma condição precária como essa, não há possibilidade de que as crianças vivam sua infância como deveria ser: sem preocupações e ocupada pela imaginação.

 

Você sabia que no Brasil há alimentos suficientes para alimentar toda sua população? Apesar disso, no nosso país, 29% das pessoas estão abaixo da linha da pobreza e apresentam deficiência alimentar.

Cerca de 14 milhões de brasileiros convivem com a experiência de passar fome. Sua renda mensal de ¼ do salário mínimo, garante, na melhor das hipóteses, a compra de uma única cesta básica de alimentos. (Fonte: IBGE/2004).

Cerca de 32 milhões de brasileiros, o equivalente a 9 milhões de famílias, sofrem diariamente com a fome. Sua renda mensal garante, na melhor das hipóteses, a compra de uma única cesta básica de alimentos por mês.

Pretendemos incentivar ações individuais que possam alterar esse triste quadro.

O que você pode fazer para acabar com a fome e a miséria:

  • Participar de programas de redução do analfabetismo funcional familiar e da comunidade, concedendo acesso à informação e ao aprimoramento de cada indivíduo.
  • Apoiarà geração alternativa de renda, com a estruturação de cooperativas e otimização do aproveitamento da produção. A idéia aqui é aproveitar a produção já existente na comunidade, racionalizando os processos, permitindo a comercialização do excedente, cujo lucro seria revertido em obras de bem comum.
  • Implementar, nas empresas, políticas de diversidade, com inclusão de minorias étnicas e portadores de deficiência, por exemplo. O objetivo é trazer o reconhecimento das diferenças e o entendimento de que os direitos, deveres e oportunidades são os mesmos para todos.
  • Procurarinformações sobre direitos e deveres dos cidadãos, para divulgá-los na comunidade e fiscalizar os órgãos competentes.
    Atuar como capacitador voluntário, promovendo orientação profissional para os pequenos negócios do bairro.
  • Elaborare distribuir material orientando sobre o que é uma boa alimentação.
  • Organizare promover atividades de educação alimentar, visando o aproveitamento integral dos alimentos.
  • Aproveitar ao máximo os alimentos, cuidando de sua correta conservação, usando receitas alternativas e promovendo o não desperdício.
  • Fazerum Mural da Cidadania em escolas e locais públicos. Pesquisar e divulgar ofertas de trabalho, cursos de capacitação profissional e geração de renda e serviços à comunidade (saúde, documentos, previdência, bolsa-família, etc).
  • Formarum grupo de mães de alunos que ensinem o melhor aproveitamento dos alimentos, para evitar desperdícios.
  • Monitorara merenda escolar e comunicar qualquer irregularidade ao Conselho de Alimentação Escolar, ao Ministério Público ou ao Ministério da Educação pelo telefone gratuito 0800 61 6161.
  • Buscarparcerias que ajudem a enriquecer a alimentação oferecida por escolas e organizações sociais.
  • Fazeruma horta caseira e incentivar os vizinhos e as escolas do bairro a fazerem o mesmo.
  • Sensibilizarsupermercados, restaurantes e quitandas para o não desperdício, informando-os sobre locais para onde podem ser encaminhados os alimentos excedentes.
  • Valorizaro desenvolvimento local, comprando e promovendo o uso de produtos do comércio solidário.